Taxa de Frequência de Acidentes com Afastamento (TFCA)

  1. Para que serve a medida da Taxa de Acidentes com Afastamento?

A Taxa de Acidentes com Afastamento é um indicador oficial e obrigatório em grande parte das organizações. É usado nas estatísticas do Ministério do Trabalho e Emprego. Internamente às empresas, serve para monitorar o nível de segurança do ambiente de trabalho.

  1. É possível fazer a comparação da TFCA de meses com quantidades diferentes de dias úteis?

Sim. Como os valores são ajustados para um milhão de horas trabalhadas, não há problema em, por exemplo, comparar os meses de fevereiro e de março, apesar da diferença no número de dias úteis.

  1. Como comparar os resultados da Taxa de Frequência de Acidentes com Afastamento (TFCA) com as taxas de acidentes calculadas segundo a legislação norte-americana?

A Taxa de Frequência de Acidentes com Afastamento (TFCA) ajusta o número de acidentados com afastamento para um milhão de horas trabalhadas, como determina a norma brasileira NBR 14280. Nos Estados Unidos, a legislação estabelece que o ajuste seja feito para 200.000 horas. Assim, para colocar os resultados em bases comparáveis, basta multiplicar os resultados norte-americanos por cinco.

  1. Como calcular a Taxa de Frequência de Acidentes com Afastamento (TFCA)?

Basta usar a seguinte fórmula

TFCA = Número de acidentados com afastamento do trabalho x 1.000.000                        Horas trabalhadas pelo conjunto dos empregados

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Please leave these two fields as-is:

Protected by Invisible Defender. Showed 403 to 93.588 bad guys.