Classe Mundial

Quando fazemos benchmarking é comum depararmos com o termo “Classe Mundial”. Mas, afinal, o que seria uma empresa, processo ou resultado de classe mundial? Na verdade, parece não haver um consenso sobre isto. Diferentes pesquisadores e organizações trabalham com definições diversas.

The Hackett Group, por exemplo, toma como Classe Mundial (World Class) os resultados do 1º quartil em seus amplos levantamentos. Já o Aberdeen Group considera as empresas presentes no grupo das 20% de melhor desempenho.

De qualquer modo, a expressão é utilizada para caracterizar que uma empresa está entre as melhores do mundo. São organizações que se destacam pelas boas práticas e ótimos resultados que promovem, interna e externamente, a reputação da excelência dos produtos e serviços que oferecem, contribuem para a competitividade do País e, de algum modo, para a melhoria da sociedade [1].

Segundo a Fundação Prêmio Nacional da Qualidade, “Classe Mundial” é o termo utilizado para caracterizar uma organização, prática de gestão ou resultado, como sendo um referencial de excelência. Porém, segundo a Solomon & Associates, o nível de performance denominado Classe Mundial não é aquele que umas poucas instalações podem ocasionalmente atingir e sim o melhor desempenho que um número significativo de plantas podem atingir rotineiramente [2].

Uma definição mais operacional e útil seria:

“Bens, serviços e processos classificados por clientes e especialistas do setor como estando entre os melhores dos melhores. Essa designação denota excelência no estabelecimento de padrões em termos de design, desempenho, qualidade e satisfação e valor para o cliente, quando comparada com todos os itens semelhantes de qualquer lugar do mundo”.

world-class. adj.

1. Classificada entre os principais do mundo; de um padrão internacional de excelência; da mais alta ordem.

2. Ótimo, em importância, preocupação ou notoriedade. The American Heritage® Dictionary of the English Language, Fourth Edition copyright ©2000 by Houghton Mifflin Company. Updated in 2009. Published by Houghton Mifflin Company.

Segundo Oskar Olofsson, especialista sueco em Seis Sigma e Lean Manufacturing [3], o nível de desempenho das empresas industriais de classe mundial é:

Medida de desempenhoClasse Mundial
Rejeição por qualidade, por milhão-500
Tempo de setup-10 min
Capacidade utilizada-90%
Perdas por quebra (Breakdown)-1%
Produção no tempo planejado-100%
Tempo de resposta em mudanças de engenharia no processo-1 dia
Fonte: http://www.articlesbase.com/management-articles/world-class-manufacturing-benchmarks-894975.html# em 19.06.12.

Referências

1 – http://www.fnq.org.br/site/415/DesktopDefault.aspx?PageID=415 Acesso em 12.01.12.

2 – Hernu, Michael, Using Benchmarking Data Effectively, Solomon Associates, Inc., Original em http://www.mt-online.com/articles/03-01mm01.cfm agora indisponível.

3 – Original em http://www.articlesbase.com/authors/oskar-olofsson/150404 agora in disponível.

Veja também: http://blog.hedish.org/2010/09/02/world-class/ (em inglês)

Qual é a sua definição?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Please leave these two fields as-is:

Protected by Invisible Defender. Showed 403 to 186.277 bad guys.