Uma medida fora do convencional

O Brasil já tem quem use sorriso como métrica de desempenho. A empresa Seed instalou detectores atrás do caixa em 20 lojas de uma rede de fast-food. Após 30 dias, descobriu que 8% das pessoas estavam sorrindo ao terminar a compra. Os diretores do fast-food estabeleceram uma meta: melhorar esse índice para 15% nos 30 dias seguintes. Passados 20 dias, o número já tinha subido para 40%. “Os gestores disseram que já existe uma diferença em faturamento e, principalmente, no número de clientes que está voltando para comer lá”, afirma Francisco Forbes, fundador da Seed.

Fonte: Época Negócios. Nov. 2014. p. 25.

Processos

Podemos definir um processo como um grupo organizado de atividades que cria valor para os clientes.

A disciplina e a repetibilidade criada pela execução continuada dos processos leva as empresas à previsibilidade de resultados, tirando a dependência de esforços extraordinários ou mesmo do fator “sorte” para obtenção do sucesso pretendido.

Algumas pessoas tendem a ver os processos como um bloqueio para a criatividade, o que não é verdade. Quando as pessoas executam processos, elas direcionam sua criatividade para a atividade-fim e não para a estruturação da atividade em si (o como fazer).

Na prática, os processos acabam sendo catalisadores e canalizadores da inovação, da melhoria contínua e também da efetiva gestão do conhecimento.

Fonte: Revista Mundo PM. Excelência em Gestão de TI: uma visão integrada das melhores práticas. Renato Chaves Vasques. pp. 24-25.

SEBRAE adota nova metodologia desenvolvida pela Bachmann & Associados

O projeto Agentes Locais de Inovação – Inovarejo, voltado ao incentivo da inovação nas pequenas empresas varejistas, adotou metodologia desenvolvida pela Bachmann & Associados para mensurar o nível de automação comercial, de utilização das alternativas dos meios de pagamento e do comercio eletrônico.

Este mesmo projeto já usa outra metodologia estruturada pela Bachmann & Associados para medir a inovação nas pequenas empresas.

A Bachmann & Associados sente-se orgulhosa de contribuir para o sucesso deste importante e ambicioso projeto do SEBRAE, que já atua em 24 unidades da federação e conta com cerca de 1.000 agentes de campo e uma forte estrutura de suporte, envolvendo gestores estaduais, consultores seniores e o apoio do CNPq.

Fonte de ideias para a inovação

O Projeto Simplificação, sistema interno de captação de idéias inovadoras da Brasildata, recebeu 205.530 sugestões em 2010. O índice resulta numa média de 212 contribuições por funcionário da fabricante de embalagens metálicas.

Os destaques foram o operador de empilhadeira da unidade São Paulo, Eduardo Aparecido Tonelli, responsável pelo envio de mais de 22.000 ideias durante 2010, e a operadora de produção Juliana Martins de Almeida Paula, da unidade Rio Verde (GO), que no mesmo período submeteu quase 21.000 sugestões para a direção da empresa.

Fonte: Revista EmbalagemMarca, Abril 2011, p.26. ano XIII, n° 140.

SEBRAE publica “Guia para a Inovação” preparado pela Bachmann & Associados

O SEBRAE/PR publicou o livro “Guia para a Inovação: Instrumento de orientação de ações de melhoria das dimensões da inovação”, preparado pela Bachmann & Associados. O Guia foi estruturado conforme as 13 dimensões usadas na metodologia de medição do Grau de Inovação nas Micro e Pequenas empresas. Para maior clareza, as sugestões são acompanhadas de exemplos para os diversos tipos de negócios.

Saiba mais: http://app.pr.sebrae.com.br/ali

Sebrae publica relatório sobre evolução da inovação preparado pela B&A

O relatório “Agentes Locais de Inovação: Uma medida de progresso nas MPEs do Paraná”, preparado pela Bachmann & Associados, foi publicado pelo SEBRAE/PR na forma de livro.

O trabalho, feito a partir de levantamento que usou metodologia desenvolvida pela própria empresa, compara os resultados do Grau de Inovação de 209 empresas instaladas no Paraná antes e depois de uma ação mobilizadora tomada pelo SEBRAE/PR.

O levantamento anterior, que descreve a situação antes do início do projeto de inovação realizado pelo SEBRAE, está disponível para download.



Bachmann & Associados cede direito de uso para o SEBRAE

A Bachmann & Associados formalizou, por meio de um contrato de cessão de direitos autorais, a transferência dos direitos de uso no Brasil e no exterior da Metodologia para Mensuração do Grau de Inovação das MPEs para o SEBRAE. A metodologia, desenvolvida para permitir o acompanhamento dos resultados do projeto Agentes Locais de Inovação, do SEBRAE, é baseada no Radar da Inovação criado pelo professor Mohanbir Sawhney, diretor do Center for Research in Technology & Innovation, da Kellogg School of Management, Illinois, EUA.

Ver:

1.    Sawhney, Mohanbir. Wolcott, Robert C. and Arroniz, Inigo. The 12 Different Ways for Companies to Innovate. MIT Sloan Management Review (Spring 2006). pp. 75-81.

2.    HSM Management. As 12 dimensões da inovação. Vol. 1. Jan/fev. 2007. pp. 104-112.


“Perfil do Grau de Inovação nas MPEs do Paraná” disponível para o público

O livro “Perfil do Grau de Inovação nas MPEs do Paraná”, preparado pela Bachmann & Associados, foi disponibilizado para o público no site do SEBRAE/PR. Veja em:  http://www.sebraepr.com.br/FCKeditor/userfiles/file/NOVO%20PORTAL/Ja%20tenho%20uma%20empresa%20ampliacao/Tecnologia%20e%20Inovacao/Perfil%20do%20grau%20de%20inovacao.pdf

Trabalho da Bachmann & Associados sobre inovação é publicado pelo SEBRAE/PR.

Relatório preparado pela Bachmann & Associados, descrevendo a situação da inovação nas  micro e pequenas empresas do Paraná, foi transformado em livro e está sendo distribuído para as unidades SEBRAE de todos os estados da federação. O trabalho foi estruturado com base em informações de 530 empresas, dos setores de construção civil, confecções e vestuário e agronegócio, coletadas no primeiro semestre de 2009 pelo SEBRAE/PR, segundo metodologia desenvolvida pela Bachmann & Associados.

Capacitação na medida do Grau de Inovação nas MPE

A Bachmann & Associados replicou dia 4 de fevereiro, em Aracaju SE, o treinamento dos Agentes Locais de Inovação. O programa, que já havia sido realizado no Paraná e em Brasília, se destina a uniformizar os conceitos e orientar os profissionais que aplicam a metodologia de medida do Grau de Inovação. O projeto Agentes Locais de Inovação é um esforço do SEBRAE para levar às micro e pequenas empresas os conhecimentos e habilidades para tornar a inovação uma ferramenta para o aumento da competitividade.